PT

Traduzir:

TRATAMENTO DE ÁGUAS INDUSTRIAIS

SISTEMA DE GERAÇÃO DE VAPOR

image4

Entende-se por sistema gerador de vapor, o conjunto de equipamentos, tubulações e

acessórios destinados à produção de vapor saturado ou superaquecidos a diversas

pressões de trabalho, utilizando-se da energia térmica liberada pela queima de um

combustível qualquer. 

Para a alimentação de caldeiras, impõe-se a escolha de uma água cujas características

sejam compatíveis com as especificações do equipamento; para tanto, um dos requisitos

necessários é o uso de uma água sempre de maior pureza, quanto maior for a pressão

de trabalho do sistema.

A água considerada ideal para alimentação de caldeiras é aquela que não deposita

substâncias incrustantes, não corrói os metais e não ocasiona arraste ou espuma. Evidentemente, água com tais características é difícil de

obter, sem antes submetê-la a um pré-tratamento que permita reduzir as impurezas a um nível compatível, de modo a não prejudicar o funcionamento da caldeira.

Para sistemas operando a altas pressões, os cuidados

necessários são maiores, devido a altos riscos envolvidos. 

O valor representado por uma

caldeira impõe a necessidade de sua conservação através de cuidados preventivos

obtidos mediante o tratamento adequado da água e do equipamento como um todo, visando tirar o máximo proveito útil do sistema, evitando paradas desnecessárias,

manutenção freqüente e diminuindo os custos de operação, combustível e insumos de maneira geral.

Os objetivos principais do tratamento de água são: prevenir a formação de depósitos, controlar a corrosão dos metais e prevenir arraste de água da caldeira.

Inúmeros problemas podem ocorrer num sistema gerador de vapor. Tais problemas são analisados minuciosamente pela Bellacqua, quanto as suas causas, mecanismos prováveis, conseqüências e posteriormente, a  indicação do método mais adequado de se contorná-los com eficiência.


SISTEMA DE RESFRIAMENTO

image5

  Em sistemas de resfriamento, seja para fins industriais ou conforto térmico,  a água é considerada matéria-prima básica. Devido à sua importância, é fundamental que se tenha conhecimentos teórico e prático quanto à utilização de água em sistemas de resfriamento. Isto porque a água utilizada como fluído de troca térmica, apresenta vários inconvenientes, como deposições orgânicas e inorgânicas, corrosão e por consequência , perda de carga térmica e consequentemente, aumento do consumo de energia elétrica.

 Atualmente, milhões de dólares são gastos por ano com prejuízos que tangenciam tratamentos corretivos e/ou tratamentos preventivos mal dimensionados ou gerenciados.

  Um sistema de resfriamento de água corresponde a aproximadamente 40 a 50% da conta de energia elétrica de um condomínio comercial, por exemplo. Fazer com que estes sistemas operem na capacidade de projeto é fundamental para economia de energia.   O objetivo de um Chiller é produzir “água gelada”, que é utilizada tanto em Conforto Térmico, como em Processos Industriais.  A água gelada “é produzida” no evaporador, que é um trocador de calor com fluído refrigerante. O compressor atua aumentando a pressão do refrigerante que vem do evaporador, para que seja possível condensá-lo com água de resfriamento no condensador.   A energia consumida neste processo é usada para comprimir o gás. 

Se a superfície de Troca Térmica do condensador não está limpa (condensador sujo, incrustado ou com contaminação microbiológica), o fluído refrigerante terá sua temperatura aumentada e consequentemente a pressão de condensação também será aumentada. Este aumento de pressão requer um maior Trabalho do Compressor, que é o maior consumidor de energia. 

Isto aumenta o consumo de energia elétrica e consequentemente os custos de operação.

O trabalho da Bellacqua é propor um plano de melhorias no programa de tratamento químico preventivo, bem como quantificar perdas e ganhos econômicos relacionados aos sistemas de resfriamento.        

TRATAMENTO DE EFLUENTES E AFLUENTES

image6

  Os efluentes industriais e domésticos devem ser tratados pelo simples fato de se misturarem com a água, em que existe vida, e porque a utilizamos para o nosso próprio consumo.  Hoje, nossos rios e lagoas são o destino final dos efluentes industriais e do esgoto doméstico, e estão seriamente contaminados com metais pesados e outros produtos tóxicos,  dizimando com isso muitos tipos de vida aquática benéfica ao homem e também gerando um ambiente propício a outras espécies aquáticas não desejáveis.

  Chamamos de efluente industrial águas com resíduos de lavagem de equipamentos, pisos e produtos, águas de processo,que contém substâncias em suspensão ou em solução.

  Os principais componentes das águas residuárias são: matéria orgânica, compostos tóxicos(metais pesados, cianetos, sulfatos, etc.),sais inorgânicos de cálcio e magnésio; nutrientes (nitrogênio, fósforo), microrganismos patogênicos, temperatura elevada, pH excessivamente alto ou baixo, materiais grosseiros, óleos e graxas, espumas, corantes, etc    

  Tratar um efluente significa  clarificar a água através da remoção dos poluentes nela contidos.

  Entre os sistemas de tratamento de efluentes mais utilizados, caracterizam-se dois:   Tratamento descontínuo, também conhecido como batelada, e o tratamento contínuo, conhecido como automático  .

  Os tipos de tratamento são classificados em função da natureza dos poluentes a serem removidos e/ou das operações unitárias envolvidas:  físicos, químicos e biológicos.

A Bellacqua dispõe de programa completo de tratamento quimico para ETEs e ETAs.  

BIO REMEDIAÇÃO

image7

 

Um programa de tratamento por BIORREMEDIAÇÃO consiste em uma mistura de bactérias e enzimas que dissolvem graxas, gorduras, amido e  proteínas.

Os microorganismos envolvidos no tratamento são responsáveis por metabolizar todos os compostos orgânicos transformando-os em CO2, água e  energia para produção de novas células.  

Entre os benefícios oferecidos por este tipo de tratamento  temos:

•Facilidade de fluxo, evitando entupimentos por material orgânico,  

• Redução de sólidos suspensos e volume de lodo;

• Redução dos níveis de DBO e DQO;

• Redução de custos de manutenção com “limpa fossas”; 

• Eliminação de odores;

• 100% Natural;

• 100% Biodegradável.

A BIORREMEDIAÇÃO pode ser aplicada em estações de esgotos sanitários (sistemas de tratamento por lodo ativado, sistemas de lagoas aeróbicas e anaeróbicas e sistemas sépticos) e tratamento em caixas de gordura (cadeias de Fast-Foods,  cozinhas Industriais, edifícios residênciais e comerciais, hospitais, shopping center, residências, restaurantes, sítios e fazendas.